Pleitos, Reforma da Previdência

OFICIAL DE JUSTIÇA – ATIVIDADE DE RISCO #7

quarta-feira, 29/05/2019 16:09

Segundo pesquisa, situações de agressões e assassinatos são os tipos de ataque mais recorrentes contra Oficiais de Justiça 

A pesquisa, “Relatório de Homícidios Cometidos Contra Oficiais de Justiça no Exercício da Função ou em Razão dela”, com o intuito de mapear o risco de vida sofrido pelos Oficiais de Justiça do Brasil em detrimento da excelência do cumprimento das ordens judiciais foi feita pela Federação Nacional dos Oficiais de Justiça do Brasil – FENOJUS-BR em conjunto com os Sindicatos dos Oficiais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal – SINDOJUS-DF.

“Foi usado como método de pesquisa os dados oficiais como ocorrências policiais, consultas processuais, bem como matérias jornalísticas que subsidiavam elementos comprobatórios da violência sofrida pelos Oficiais de Justiça. Com a referida pesquisa não resta dúvidas sobre a necessidade de mudanças legislativas em prol da segurança dos oficiais de justiça.”

Acompanhe a série de matérias sobre Atividade de Risco #1 | #2 | #3 | #4 | #5 | #6

Na reportagem “Número de crimes contra oficiais de justiça cresce desde os anos 2000” do Correio Braziliense, é utilizado dados da pesquisa para apresentar a realidade que diversos Oficiais de Justiça enfrentam diariamente.

“Eles trabalham sozinhos, vão a lugares a que nem a polícia chega, usam o próprio carro e raramente contam com algum tipo de equipamento de proteção individual, como coletes à prova de balas. A vulnerabilidade no exercício da profissão se degringolou a tal ponto que entidades da classe de todo o país têm organizado seminários e debates sobre o tema.”

Também segundo a matéria do jornal, Minas Gerais está entre os estados de maiores casos de ataque à categoria. Os diversos depoimentos de situações de risco que recebemos de nossos filiados ao longo da campanha são exemplos desta afirmação.

Mande seu depoimento anônimo ou identificado via texto, vídeo ou áudio. As gravações devem ter duração máxima de até 3 minutos. Nosso canal de contato pelo Whatsapp é 31 9 9891-3583.

“Ano passado fui cumprir mandado de busca e apreensão, o filho do réu entrou no carro e deu ré e fugiu. Eu estava em pé atrás do carro. O localizador me puxou senão teria sido atropelada. Fiz BO.”

A profissão dos Oficiais de Justiça é solitária e perigosa. A escassez de ferramentas e métodos de proteção ocasiona nas altas taxas de criminalidade envolvendo essa categoria. A luta por direitos como o Porte de Arma e a Aposentadoria Diferenciada podem ser vistas como meios para diminuir a debilidade na segurança da categoria.

#UnidosSomosMaisFortes #SindicatoForte #OJA #VocêNãoEstáSó 

Campanha de contribuição Sindical Voluntária – Sindicato Forte! Faça parte!

Participar das conversas em nossos grupos de whatsapp clique aqui.
Para receber mensagens em nossas listas de distribuição clique aqui.

Gommo Desenvolvimento de Site e Lojas Virtuais em Belo Horizonte Agência Digital Belo Horizonte