Aposentadoria, Reforma da Previdência

Luta pela Aposentadoria Diferenciada na Reforma Previdência mostrou que união da categoria é essencial

segunda-feira, 15/07/2019 12:38

A aprovação em 1º turno da Reforma da Previdência sem a emenda que contempla a Aposentadoria Diferenciada aos Oficiais de Justiça foi lastimável para a classe. Porém, mesmo com a perda, relembrar toda a luta realizada pela categoria durante este período mostra que as conquistas alcançadas foram de importância para futuras vitórias.

Confira aqui os destaques aprovados na Reforma da Previdência.

Em 15/05/19, o pedido para a inclusão de uma emenda que contempla a categoria dos Oficiais de Justiça no rol daqueles que têm o direito à Aposentadoria Diferenciada foi protocolado graças à dedicação de diversos Oficiais de Justiça em união com a FESOJUS. Durante mais de duas semanas de luta, eram necessárias 171 assinaturas dos Deputados Federais, todavia conseguimos 243 assinaturas, ultrapassando a nossa expectativa.

A batalha pelo reconhecimento dos OJA’s como Atividade de Risco continuou com a solicitação da aprovação do pleito por meio de envio de cartas aos Deputados Federais de Minas Gerais pelo SINDOJUS/MG, em 21/05/19, e em diversas visitas aos parlamentares integrantes da Comissão Especial responsável pela análise da PEC 06/19 com o objetivo de sensibilizá-los sobre os casos de ameaças e violência vivenciados no cumprimento dos mandados, feitas por representantes da Fenassojaf, FESOJUS e demais entidades da categoria.

Percorremos centenas de gabinetes, conversamos com as lideranças de quase todos os partidos políticos e obtivemos apoio de inúmeras lideranças, em especial do Partido Podemos, que ofereceu o nosso destaque na comissão especial. Assim, como os dirigentes das entidades sindicais associadas fizeram na Câmara dos Deputados, percorrendo centena de gabinetes, vamos expor a todos os oitenta e um senadores a situação caótica que os Oficiais de Justiça enfrentam no exercício da função. Além disso, trabalharemos contra a aprovação do texto aprovado na Câmara dos Deputados pela inclusão da nossa atividade. FESOJUS BRASIL

Também foi realizada a campanha “Oficial de Justiça – Atividade de Risco”, a qual abordou os perigos diários sofridos pelos OJA’s durante exercício da função. Em nove matérias, foram relatados casos de agressões, espancamentos, assassinatos e atentados contra a vida destes servidores que justifica a necessidade da categoria ser reconhecida como profissão de risco tanto quanto são os Policiais Federais e Civis.

Toda dedicação desempenhada nos últimos meses não será em vão, por isso seguiremos trabalhando juntos com a classe por um presente e futuro melhor aos Oficias de Justiça de Minas Gerais e do Brasil.

#UnidosSomosMaisFortes #SindicatoForte #OJA #VocêNãoEstáSó 

Campanha de contribuição Sindical Voluntária – Sindicato Forte! Faça parte!

Participar das conversas em nossos grupos de whatsapp clique aqui.
Para receber mensagens em nossas listas de distribuição clique aqui.

Gommo Desenvolvimento de Site e Lojas Virtuais em Belo Horizonte Agência Digital Belo Horizonte