SINDOJUS/MG Social

Novembro Azul: Seja herói da sua saúde – terceira idade

sexta-feira, 29/11/2019 14:22

Estamos terminando a série da campanha Novembro Azul. A série de hoje abordará a importância dos cuidados com a saúde do homem na terceira idade. Esta campanha acontece em novembro mas não deixe de se cuidar sempre.

Com o passar dos anos, é natural ocorrer mudanças físicas como a perda de massa muscular, força, flexibilidade, equilíbrio, massa óssea, e aumento da gordura corporal. No entanto, esse envelhecimento fisiológico não acompanha, necessariamente, a idade cronológica. Essas mudanças são influenciadas por diversos fatores, principalmente estilo de vida.

A prática de atividades físicas traz benefícios em qualquer idade e é fundamental para garantir saúde e bem-estar ao longo da vida. Isso porque o sedentarismo é um fator de risco comum a muitas doenças, entre elas o câncer e doenças cardiovasculares.

Além de atuar na prevenção, os exercícios físicos fazem parte do tratamento de diversas condições e do controle de alguns fatores de risco importantes, como hipertensão, obesidade, diabetes e colesterol. Portanto, com a preocupação com a saúde e bem-estar de todos bem como o de sua família, nós do SINDOJUS/MG devemos reforçar a importância desse movimento para todos os OJA’s.

Vamos nos CUIDAR!

Terceira idade 60 anos ou mais

DOENÇAS

HIPERTENSÃO ARTERIAL

Popularmente conhecida como “pressão alta”, tem relação com os níveis tensionais do sangue durante a circulação. Artérias estreitas aumentam a necessidade de o coração bombear com mais força para fazer o sangue circular. A hipertensão dilata o coração e danifica as artérias.

SINTOMAS

Silenciosa, a hipertensão só provoca sintomas quando aumenta de forma abrupta, causando: Dores no peito; Dor de cabeça; Tonturas; Zumbido no ouvido; Fraqueza; Visão embaçada; Sangramento nasal

COMO EVITAR

É importante medir a pressão arterial pelo menos uma vez por ano, como forma de detectar e acompanhar o problema. Além deste controle, hábitos de vida saudáveis ajudam a prevenir a hipertensão, como se exercitar regularmente, manter uma dieta saudável, rica em frutas, vegetais e fibras e com pouco consumo de sal e gordura saturada; controlar o peso e diminuir ou abandonar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro.

INFARTO

Acontece quando o fluxo do sangue é interrompido e o músculo cardíaco não recebe sangue e oxigênio suficientes para se manter em atividade, danificando o coração. Pacientes diabéticos, com hipertensão arterial, obesos e que sofrem de estresse fazem parte do grupo de risco da doença.

SINTOMAS

Desmaio; Tontura; Dor no peito, braços e mandíbula

COMO EVITAR

Uma dieta balanceada é indispensável para os cuidados com o coração. Alguns alimentos apresentam vitaminas e proteínas que fazem bem ao órgão e melhoram a qualidade de vida, como soja, lentilha, tomate, feijão, peixe, banana e castanha. Os exercícios físicos também são fundamentais para manter controlados os fatores de risco, como hipertensão e colesterol.

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

A insuficiência cardíaca pode afetar um ou ambos os lados do coração e acontece quando o órgão não consegue mais bombear sangue para as outras partes do corpo. Há dois tipos: a sistólica (quando o coração não consegue bombear ou ejetar o sangue para fora adequadamente) ou diastólica (quando os músculos do coraçãoficam rígidos e não se enchem de sangue facilmente).

SINTOMAS

Diminuição da concentração; Palpitações; Fadiga, fraqueza e desmaios; Náuseas e vômitos; Pulso irregular ou rápido; Falta de ar; Tosse; Perda de apetite; Inchaço nos tornozelos e no abdômen.

COMO EVITAR

Assim como as demais doenças do coração, a prevenção da insuficiência cardíaca acontece por meio da adoção de um estilo de vida saudável, com a prática regular de atividade física, alimentação balanceada, não fumar e evitar o estresse. É preciso também adotar o hábito de visitar um cardiologista anualmente. Com essa regularidade, é possível avaliar a pressão arterial e identificar a presença de fatores de risco que possam desencadear o desenvolvimento da doença.

AVC

O acidente vascular cerebral (AVC), conhecido popularmente como derrame cerebral, é a insuficiência no fluxo sanguíneo em uma determinada área do cérebro. É uma doença de início repentino. Pode ocorrer devido à falta de circulação provocada por obstrução de uma ou mais artérias ou por causa de um sangramento cerebral causado pelo rompimento de uma artéria ou vaso sanguíneo.

SINTOMAS

Fraqueza nos membros; Assimetria facial; Alterações da fala; Confusão mental Distúrbio de equilíbrio; Forte dor de cabeça; Súbita perda de visão.

COMO EVITAR

Muitos fatores de risco contribuem para o aparecimento do AVC. Alguns não podem ser modificados, como a idade, a raça, ou até mesmo a genética. Algumas medidas, entretanto, podem ser adotadas no dia a dia para evitar o risco de acidente vascular cerebral: Cuide da alimentação; Faça atividade física; Controle a hipertensão; Controle o peso corporal.

DIABETES

É uma doença do sistema metabólico dos açúcares em que o pâncreas não produz (Tipo 1) ou não libera a insulina (Tipo 2) – substância responsável no processo de absorção do açúcar pelo sangue – em quantidade suficiente. O resultado é o acúmulo de açúcar no sangue e a falta nas células, causando a hiperglicemia. Caracteriza-se como doença grave, já que a falta de controle pode levar a problemas vasculares nos olhos, nervos, rins e coração.

SINTOMAS

Fome e sede intensas; Boca seca; Maior frequência de idas ao banheiro; Cansaço sem motivo; Dores no corpo; Perda de peso; Baixa resistência a infecções.

COMO EVITAR

Para os casos Tipo 1 não há forma de prevenção, mas de controle. Como é desenvolvido por uma pré-disposição genética, o paciente pode apresentar os sintomas no decorrer da vida, sendo mais comum na infância. Pais com diabetes Tipo 1 devem informar ao médico para fazer o rastreamento da disfunção nos filhos. No Tipo 2 existe uma situação conhecida como “pré-diabetes”, onde o paciente possui uma dificuldade em absorver os açúcares no sangue, mas seus níveis de glicemia ainda não o colocam como diabético. O quadro pode ser revertido com controle da alimentação e exercícios físicos.

EJACULAÇÃO PRECOCE

É uma disfunção sexual masculina que acelera o processo de ejaculação durante o ato sexual. É caracterizada pela insatisfação do tempo de penetração até a ejaculação. Pode gerar preconceito, por parte do próprio paciente, o que o leva à falta de diagnóstico e tratamento.

SINTOMAS

A ejaculação precoce não é considerada uma doença, mas sim um sintoma que pode aparecer por problemas orgânicos ou psicológicos. Ao aparecer o sintoma, é necessária a investigação para saber qual a causa raiz.

COMO EVITAR

A principal causa da ejaculação precoce é a ansiedade. Ela pode estar relacionada com a preocupação em satisfazer o outro durante o ato sexual e até mesmo com preocupações do dia a dia. A tensão provoca a ansiedade, mas pode ser aliviada com atividades que relaxem o corpo e a mente. Exercícios físicos são uma ótima saída para descontrair a cabeça e manter o corpo ativo, além de liberar endorfina.

PROSTATITE

A prostatite é uma inflamação da próstata que provoca um crescimento anormal da glândula, causando dor, desconforto e impedindo a passagem da urina. A maioria dos casos de prostatite tem relação com infecções bacterianas; porém, também podem ser causados por vírus, fungos e outros agentes.

SINTOMAS

Os principais sintomas da prostatite são: Ardor ou dor ao urinar; Muita vontade de urinar; Dor frequente na musculatura que fica entre as pernas; Secreção uretral

COMO EVITAR

A prevenção da prostatite passa pelos hábitos de vida saudáveis, como: Dieta saudável; Prática regular de exercícios; Bons hábitos de higiene; Uso de preservativo; Exames de rotina; Ingerir bastante água; Incluir zinco na alimentação; Evitar bebidas alcoólicas; Evitar comidas picantes.

CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO

O câncer de cabeça e pescoço se origina nas células dos tecidos que revestem as mucosas úmidas do corpo, como garganta, laringe, faringe, boca, nariz, seios da face e ao redor dos olhos. A incidência em jovens tem aumentado devido à sua relação com HPV, vírus causador de infecções que facilitam a formação desses tumores.

SINTOMAS

O câncer de cabeça e pescoço pode não apresentar sintomas nas fases iniciais. Mas, à medida que o tumor evolui, podem surgir os seguintes sinais: Massa indolor; Nódulos no pescoço presentes por mais de duas semanas; Alteração na voz; Rouquidão persistente; Dificuldade ou dor para engolir; Engasgo frequente; Diminuição do apetite; Cansaço; Palidez; Febre

COMO EVITAR

Além de parar de fumar e de consumir bebidas alcoólicas com frequência, é importante ficar atento às lesões pré-malignas. O autoexame nas áreas de fácil observação, como pescoço e cabeça, pode ajudar a identificar o surgimento de caroços, feridas ou inchaço. A vacinação contra o HPV e o uso de preservativos durante as relações sexuais também evita a contaminação pelo vírus, associado ao surgimento de lesões pré-malignas.

Veja o guia completo: Saúde Integral do Homem

É importante destacar que esta é uma campanha de conscientização e que o mais importante é sempre incentivar o hábito da realização de consultas e exames médicos regularmente para você e seus filhos. Fique atento, fale com seu médico!

#SejaHeróiDaSuaSaúde

#UnidosSomosMaisFortes #SindicatoForte #VidadeOficial #IIICONOJUS #ParticipedoIIICONOJUS 

 III CONOJUS – Próxima parada: Estação Minas Gerais!

Participar das conversas em nossos grupos de whatsapp clique aqui.
Para receber mensagens em nossas listas de distribuição clique aqui.

 

Gommo Desenvolvimento de Site e Lojas Virtuais em Belo Horizonte Agência Digital Belo Horizonte