Coronavírus, tjmg

SINDOJUS/MG oficia TJMG sobre Retorno do Atendimento e Trabalho Presencial

segunda-feira, 14/09/2020 13:18

O SINDOJUS/MG oficiou a Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, no dia 11/09/20 em relação ao “Retorno do atendimento e trabalho presencial – Manutenção dos afastamentos dos servidores Oficiais de Justiça Avaliadores do grupo de risco e dos critérios de frequência dos Oficiais de Justiça Avaliadores no ambiente forense.” Esta medida foi estabelecida de acordo com a Portaria Conjunta nº. 1047-PR-2020, que determina a retomada das atividades presenciais a partir do dia 14/09/20.

Acesse aqui o Ofício SINDOJUS 162_2020 – Presidência

GRUPO DE RISCO

Em relação à manutenção dos afastamentos dos servidores Oficiais de Justiça Avaliadores do grupo de risco “com especial atenção aos maiores de sessenta anos, às gestantes, às lactantes e aos portadores de doenças renais, diabetes, tuberculose, HIV e coinfecções, bem como os que retornaram, nos últimos quatorze dias, de viagem a regiões com alto nível de contágio, enquanto durar a quarentena”, é importante que seja considerada a Portaria Conjunta nº 952/PR/2020. Neste contexto, “o SINDOJUS/MG reitera a necessidade de respeitar tais medidas sanitárias, que são absolutamente prudenciais e recomendáveis ao caso dos Oficiais de Justiça Avaliadores, os quais, desde o início da pandemia diariamente tem se dedicado a manter a prestação jurisdicional por meio do cumprimento das ordens judiciais”.

HORÁRIO

Sobre o horário de trabalho, o Sindicato salienta que “é preciso manter o horário para comparecimento dos Oficiais de Justiça Avaliadores no ambiente forense com o propósito de evitar aglomeração de pessoas que igualmente não foi revogada (…)”. Tal período de trabalho se refere a “todas as unidades administrativas e judiciárias de primeiro e segundo graus do Estado de Minas Gerais cumprirão horário de expediente presencial das 11 às 17 horas para, quando for necessário, atender o público externo, facultado ao gestor da unidade judiciária ou administrativa estipular o melhor horário para a jornada de trabalho presencial dos respectivos subordinados”, conforme Portaria Conjunta nº 1.025/PR/2020.

Portanto, a “retomada dos trabalhos presenciais não pode colocar em risco todo o trabalho que já foi feito até o momento com a prudência exigida pelas adversidades apresentadas, ficando desde já reiterado o pedido de realização de testagem sorológica do novo Coronavírus (COVID-19) em todos os Oficiais de Justiça Avaliadores que têm trabalhado durante a pandemia, bem assim, a manutenção do horário de expediente para comparecimento dos mesmos ao ambiente de trabalho, além da exclusão da escala presencial dos Oficiais de Justiça Avaliadores pertencentes ao grupo de risco”.

 

Gommo Desenvolvimento de Site e Lojas Virtuais em Belo Horizonte Agência Digital Belo Horizonte