CNJ

CNJ: pesquisa nacional para diagnóstico de casos de assédio ou discriminação

terça-feira, 10/01/2023 15:00

O Conselho Nacional de Justiça, CNJ, por meio do Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e do Assédio Sexual e da Discriminação do Poder Judiciário, realiza pesquisa nacional, com o objetivo de diagnosticar eventuais casos de assédio ou discriminação nos órgãos do Poder Judiciário.

O prazo para responder foi prorrogado para até o dia 19 de janeiro de 2023, por meio do formulário e inserção da senha exclusiva para integrantes do TJMG, ambos disponibilizados em matéria na Rede TJMG e com preservação do anonimato dos respondentes.

As respostas obtidas serão fundamentais para o direcionamento das próximas ações desse Comitê, a fim de promover o ambiente de trabalho respeitoso e saudável no Poder Judiciário.

O SINDOJUS/MG orienta a participação na pesquisa, haja vista a importância do combate ao assédio e à discriminação no judiciário.

Clique aqui e responda o formulário: Rede TJMG.

#UnidosSomosMaisFortes #SindicatoForte 

Gommo Desenvolvimento de Site e Lojas Virtuais em Belo Horizonte Agência Digital Belo Horizonte